fbpx

Acesse nosso canal no Telegram!

Feira de Artes e Artesanato de Embu das Artes vira PATRIMÔNIO IMATERIAL DO ESTADO!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Feira de Artes e Artesanato de Embu das Artes

Através do projeto 918/16 da deputada Leci Brandão (PCdoB) e Maurici (PT), a nossa Feira de Artes e Artesanato se torna patrimônio imaterial do estado de São Paulo!

Uma conquista dos nossos artistas e dos políticos que se preocupam de verdade com a arte e a cultura de nossa cidade.

No projeto, os deputados trazem um pequeno histórico de nossa cidade, garantindo que seja dado a devida importância ao nosso patrimônio imaterial.

Parabéns artistas de Embu das Artes! Obrigada a deputada Leci Brandão e ao deputado Maurici!

Pode ser uma imagem de texto que diz "ACASA Choperia DÃRIO KING APROVADO VIVA A CUI LTURA PAULISTA! PL 918/ 16 DE COAUTORIA DO DEPUTADO MAURICI DECLARA A FEIRA DE ARTES E ARTESANATO DE EMBU DAS ARTES COMO PATRIMÔNIO IMATERIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO DEPUTADO ESTADUAL"

Veja a justificativa completa do projeto:

A partir do 1º Salão de Artes Plásticas de Embu em 1964, que reunia trabalhos de diversos artistas renomados, a arte produzida no município passou a ser reconhecida nacional e internacionalmente.

Em 31 de janeiro de 1969 foi criada a Feira de Artes e Artesanato na frente da Igreja Matriz, hoje Museu de Arte Sacra. No decorrer de seus quarenta anos de existência a Feira foi ocupando todas as ruas do Centro Histórico – agora Passeio das Artes. Paralelo ao desenvolvimento da Feira, foram surgindo as diversas lojas de artesanato, galerias de arte, antiquários e lojas de móveis rústicos artesanais, tornando a cidade conhecida por Embu das Artes.

A tradicional Feira de Artes de Embu conta com uma grande variedade de produtos artesanais e obras de arte. A Feira do Verde, que antigamente ocupava a Praça da Lagoa e agora está localizada na Rua Siqueira Campos, incrementa junto com as barracas de alimentos e bebidas, a diversidade de produtos oferecidos.

Constam 700 expositores, sendo 100 novos artesãos e artistas plásticos cadastrados na Prefeitura. A maior concentração de expositores acontece aos domingos e feriados. Aos sábados, a Feira normalmente recebe menos expositores e turistas.

Com a chegada de inúmeros artistas importantes ao município a partir de 1920 (o pioneiro foi Cássio M’Boy), Embu consolida sua posição de destaque no cenário artístico nacional. Hoje, a cidade abriga dezenas de ateliês, onde pintores, escultores, forjadores, entalhadores e ourives produzem obras de grande beleza e refinamento, encantando os milhares de turistas que visitam Embu semanalmente.

Mas não são apenas as artes plásticas que garantem ao município sua tradição cultural, Embu também é a terra da dança, do teatro, da música e da poesia, manifestações que podem ser vistas em diversos espaços públicos da cidade, como as Bibliotecas Municipais e o Centro Cultural Embu das Artes.

Com o surgimento da Feira de Artes e Artesanato de Embu em 1969, dezenas de artesãos levaram para as ruas do centro histórico da cidade a beleza de suas peças, atraindo um público cada vez maior, sempre ávido por uma lembrança do município.

Hoje, centenas de artesãos expõem suas peças na cidade, oferecendo ao público uma grande variedade de opções: bijouterias, porcelanas, instrumentos musicais, estofados, cestarias, vestuários, rendados e mais uma série de objetos utilitários, ou simplesmente decorativos, que enchem os olhos das pessoas que transitam pelas ruas do centro histórico de Embu das Artes.

A partir de 1940, um grande número de imigrantes japoneses chegou a Embu. Esses colonos instalaram-se principalmente em sítios e chácaras localizadas no cinturão verde do município, passando a produzir não só hortifrutigranjeiros mas também uma grande variedade de flores e plantas ornamentais.

Hoje, depois de Holambra, o município é um dos principais fornecedores de flores e plantas ornamentais negociados na Ceagesp. Parte dessa exuberante produção pode ser vista e adquirida todos os domingos na Feira do Verde, também no centro de Embu, tornando-se mais um dos atrativos da cidade.

Você gostou?

Então compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Quer receber notícias e novidades de Rosângela Santos?

Homepage - leads